05 Mai 2016

Artigo de Juliana Mika Kato e Profª.Suzana Matayoshi

Sobrevida pós exenteração de órbita em hospital de referência Survival following orbital exenteration at a tertiary brazilian hospital.

“ Este estudo retrospectivo mostra todos os pacientes submetidos à EO (Exenteração Orbitária) no Hospital das Clínicas da FMUSP entre janeiro de 2007 e dezembro de 2012. A média de anos de vida perdidos foi 33,9 em pacientes com menos de 60 anos, 14,7 em pacientes de 61-81 anos e 11,3 em pacientes com mais de 80 anos. Apresenta uma das menores sobrevidas da literatura, sugerindo uma necessidade urgente de melhora das condições de assistência médica para sua prevenção.”

Leia na íntegra, acessando o link:

http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v43n1/pt_0100-6991-rcbc-43-01-00042.pdf

[topo]